Patrocinado
Neurocirurgiã de Blumenau concorre a prêmio de melhor pesquisa internacional

Neurocirurgiã de Blumenau concorre a prêmio de melhor pesquisa internacional

A neurocirurgiã Danielle de Lara, que atua no Hospital Santa Isabel, em Blumenau, concorrerá ao prêmio de melhor pesquisa internacional com dois trabalhados selecionados.

Eles serão apresentados nos dias 16 e 17 de fevereiro, no Congresso Americano de Neurocirurgia da Base do Crânio, em Orlando, na Flórida.

“Entre quase 500 pesquisas enviadas de todo o mundo para concorrer à premiação, tive a honra de ter as minhas duas pesquisas selecionadas. Fico muito grata em representar meu país em um evento renomado como este”, comemora Danielle.

Um dos trabalhos da especialista trata sobre a qualidade de vida em pessoas que são submetidas ao tratamento de doenças cerebrais.

“O objetivo desta pesquisa foi entender como fica a qualidade de vida das pessoas que necessitam fazer uma cirurgia do cérebro, como tumores cerebrais e traumatismos cranianos, visto que, a avaliação de qualidade de vida é um assunto que vem crescendo bastante dentro da medicina”, explica a médica.

O propósito, de acordo com a especialista, seria entender a qualidade de vida que estas pessoas têm após os procedimentos:

“Sempre nos preocupamos em encontrar a melhor cirurgia, o melhor remédio, a melhor radioterapia, mas não sabemos como ficam estas pessoas depois de todos estes procedimentos. Vale a pena passar por isto? O que podemos estudar para informar ao paciente como ele ficará após os procedimentos? Este é o propósito principal da pesquisa”.

A pesquisa reuniu dados de pacientes da Europa, Estados Unidos, Japão e Brasil.

Na palestra, durante o Congresso Americano de Neurocirurgia da Base do Crânio, serão apresentados os dados coletados, para que, antes de realizar um procedimento, os médicos saibam o que os pacientes enfrentarão posteriormente.

A segunda pesquisa selecionada de Danielle aborda uma nova técnica de tratamento cerebral que combina as técnicas de cirurgia cerebral por vídeo e por cateterismo.

Esta pesquisa estuda um tratamento que está sendo desenvolvido e aplicado no Hospital Santa Isabel, para tratar doenças da base do crânio, em que há um defeito do osso, que fecha o crânio. Com uma técnica combinada de cirurgia através do nariz, por vídeo, ela é associada a cirurgia por cateteres. Este procedimento se torna uma alternativa ao tratamento convencional, em que se abria o crânio do paciente para realizar o procedimento”, explica. 

 

Sobre Danielle de Lara

Atua principalmente na área de cirurgia endoscópica endonasal e cirurgia de hipófise.

Dois anos de Research Fellowship no departamento de "Minimally Invasive Skull Base Surgery" em "The Ohio State University Medical Center", Ohio, EUA.

Graduada em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Possui formação em Neurocirurgia pelo serviço de Cirurgia Neurológica do Hospital Santa Isabel.


Patrocinado