Patrocinado

Demissões atingem 26 funcionários do Bradesco em Blumenau

Demissões atingem 26 funcionários do Bradesco em Blumenau

Em menos de um mês, 26 demissões ocorreram no banco Bradesco na região de Blumenau, a mais alta do estado. 

No país as demissões passam de mil. 

 

Esta  atitude do banco levou o Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região a fechar a principal agência do Bradesco em Blumenau, situada na Rua XV de Novembro. 

O sindicato ressalta que o banco quebrou a o acordo feito com o movimento sindical no início do ano de que não haveriam demissões durante a pandemia. 

 

Segundo Edson Heemann, presidente do Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região, tanto o Bradesco como os demais grandes bancos mantiveram seus lucros bilionários em alta neste ano:

 

“Além da ajuda de mais de 1 trilhão que os bancos tiveram do governo federal no início da pandemia, o Bradesco acabou de anunciar um lucro de mais de 5 bilhões neste terceiro trimestre”.

“E qual é a contrapartida que o banco dá para a sociedade? Demissões e mais demissões dos seus empregados que até agora enfrentaram a pandemia e o ajudaram a construir estes lucros bilionários”.

"Desejamos que o Bradesco reinvente o futuro mas que isso seja feito com responsabilidade social, preservando o emprego dos seus funcionários, o destino de suas famílias e respeitando seus clientes, que terão cada dia menos bancários para lhes atender”.



Patrocinado