Patrocinado

Regulamentação do queijo Kochkäse fortalece economia e valoriza produtores rurais 

Regulamentação do queijo Kochkäse fortalece economia e valoriza produtores rurais 

Os produtores rurais de Blumenau que fabricam o tradicional queijo "Kochkäse", passam a contar a partir de agora com uma regulamentação municipal que oferece mais segurança jurídica. 

Os consumidores também são beneficiados com a certeza de estar consumindo um produto dentro das normas de segurança alimentar.

 

O Queijo Kochkäse é considerado um produto tipicamente catarinense.

É típico da região do Vale do Itajaí e tombado como patrimônio cultural de Blumenau. 

Ele veio das primeiras colônias de imigração alemã no estado: Blumenau e Dona Francisca. 

Em Blumenau há 1500 produtores rurais e estima-se que aproximadamente 120 famílias produzem o tradicional queijo. 

 

 A proposta de lei, aprovada pela Câmara Municipal, foi apresentada pelo vereador Sylvio Zimmermann.

O vereador explica que a regulamentação foi embasada em estudos  microbiológicos físico-químicos feitos pela Universidade Regional de Blumenau (Furb) e a partir do trabalho conjunto da Secretaria da Agricultura, Epagri, Cidasc, e Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi). 

 

É importante salientar que o produtor deverá procurar o órgão de inspeção responsável (Sim/DDR/Semmas), que controla, registra, certifica e monitora toda a cadeia alimentar, desde a sanidade do rebanho até a higiene na industrialização.

O órgão certifica, com selo de garantia, os produtos que chegam à mesa dos consumidores blumenauenses.

 

O presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Paulo Ruediger, comenta que esta regulamentação incentiva a fabricação do produto artesanal e facilita a vida de quem vive no campo e insere esses trabalhadores no mercado formal.



Patrocinado