Patrocinado
Confira cinco dicas para equilibrar as contas no início do ano

Confira cinco dicas para equilibrar as contas no início do ano

Mais um ano começou e com ele boas expectativas para a economia.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae, sete a cada 10 empreendedores acreditam que será mais positivo para os negócios e dos 5,8 mil entrevistados, 67% estão otimistas com 2019.

O primeiro passo para começar o ano com o pé direito e garantir que os resultados apareçam ao longo dos meses seguintes, é preparar um planejamento financeiro.  

Janeiro acaba sendo um mês difícil para algumas pessoas que gastaram mais do que podiam com as festas e presentes de final de ano, e é preciso começar a fazer cortes e colocar as contas em dia.

De acordo com Emely Juliana Bonacolsi, gerente da BluSol de Navegantes, o ideal seria que o planejamento tivesse sido feito em dezembro, mas se chegou o novo mês e a grana está curta, é o momento de cortar os gastos supérfluos:

“Uma dica importante é cuidar do cartão de crédito. O dinheiro não é seu, e você vai ter que pagar a conta. O pagamento mínimo só gera um crédito rotativo onde você estará pagando mais juros”. 

Outra dica importante é pagar tudo antes do vencimento, caso não consiga, ligue para seu credor e negocie uma nova data de vencimento.

A gerente da unidade de Navegantes da BluSolInstituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade, separou cinco dicas básicas para você começar o seu planejamento financeiro e não passar mais por apertos, confira abaixo:

 

1 - Defina a forma de planejamento

O primeiro passo é definir de que forma vai fazer o planejamento.

Pode ser pelo aplicativo no celular, planilha, anotação na agenda, etc.

Tem que ser considerado um hábito para poder ter uma visão clara de como está sua vida financeira.

 

2 – Faça lançamentos

Após definir a forma de planejamento, você precisa começar a lançar o que vai entrar de renda no mês, e em seguida os gastos, todos eles, desde os essenciais até os supérfluos.

 

3 - Controle seus gastos

Não gaste mais do que você ganha, porque é aí que começam os problemas.

O planejamento financeiro, além de ser importante para organização financeira, nos dá uma visão mais ampla para traçarmos estratégias para atingir nossos sonhos e objetivos.

 

4 - Planeje antes de decidir

Todas as decisões financeiras devem partir de um planejamento, pois ele é o caminho para não se precipitar e nos dá mais chances de realizar os objetivos, ao invés de agir por impulso e gastar em coisas supérfluas.

 

5 - Defina objetivos

Analise seus ganhos e despesas e trace objetivos a curto, médio e longo prazo.

Defina estratégias, tenha em mente quais são as suas prioridades e determine um tempo específico para realizar esse objetivo.

 

Além das cinco dicas, lembre-se de poupar.

“Não precisa ficar obcecado por guardar dinheiro, mas reserve um valor mensal para qualquer imprevisto que venha acontecer ou até mesmo para lazer. O mínimo que economizar, em algum momento fará a diferença em sua vida,” completa Emely.

Estabeleça suas finanças na regra 50-15-35

  • - 50% para pagar despesas essenciais como água, luz, comida, condomínio, etc
  • - 15% para quitação ou adiantamento de dívidas com bancos, lojas, cartão de crédito, dentre outros
  • - 35% para lazer

Destaque Empresarial

IPM Sistemas divulga lista de clientes conquistados em 2018

Consórcios, prefeituras e câmaras de vereadores são novas entidades atendidas

Patrocinado