Patrocinado
Cidadão poderá monitorar gastos administrativos do Governo Federal

Foto: Divulgação

Cidadão poderá monitorar gastos administrativos do Governo Federal

A partir de agora, a população poderá acompanhar o quanto o governo gasta por meio do Painel de Custeio Administrativo.

O lançamento do painel foi feito no início de dezembro, pelo ministro do Ministério Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.

O Painel de Custeio Administrativo mostra o quanto os setores públicos gastam com energia elétrica, água, locação de imóveis, diárias, passagens, entre outras coisas.

Antes do lançamento deste painel, o governo já tinha disponibilizado o Portal da Transparência, da Controladoria Geral da União.

A diferença, é que a agora as informações vão ser mais completas e inclui outros gastos públicos, dando para o cidadão, mais opções de análise.

Com o lançamento deste painel, o sistema passa a ter dois públicos-alvo:

  1. Gestores públicos, na identificação, monitoramento, comparação e tomada de decisão em relação aos gastos administrativos.

  2. Cidadãos, no controle social das ações governamentais.

No painel, o cidadão vai poder conferir dados de 23 itens de despesas e 82 subitens que compõem os gastos de custeio administrativo.

Na tela inicial, a ferramenta mostra uma visão geral da distribuição do montante da despesa administrativa em diversas perspectivas, mas a medida que a pessoa vai avançando na análise é possível usar filtros e fazer comparações por período, por órgãos federais e o tipo de gasto que se quer analisar.

A ferramenta também fornece tabelas e gráficos, que podem ser exportados para planilhas que ficam fora do site.

Para fazer a pesquisa no Painel de Custeio Administrativo, é preciso que o cidadão siga os quatro passos abaixo:

Passo 1 – Visão geral da despesa administrativa.

O usuário pode observar a distribuição do montante da despesa administrativa por item de despesa, sub-elemento de despesa, área de atuação do órgão superior, entre outras...

Passo 2 – Análise comparativa das despesas entre órgãos superiores.

É possível comparar as despesas administrativas entre os órgãos superiores em termos de montante (valor gasto em reais) e proporção (percentual gasto).

Passo 3 - Análise comparativa das despesas entre unidades orçamentárias.

É possível comparar as despesas administrativas entre as unidades orçamentárias (órgãos e entidades subordinadas aos órgãos superiores).

Passo 4 - Análise do comportamento das despesas no decorrer do tempo.

O usuário pode identificar tendências de aumento e/ou redução a partir do comportamento mensal das despesas.

 

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado