Clique aqui para anunciar

Programa forma jovens que vivem em situação de acolhimento

A turma participou de cursos ministrados pelo SENAI e outros.

Programa forma jovens que vivem em situação de acolhimento

Na próxima quarta-feira (29), 25 jovens se formarão no programa Novos Caminhos.

O programa é coordenado pelo Instituto Euvaldo Loudi (IEL), entidade da FIESC.

O projeto atende jovens de 14 a 18 anos que vivem em programas de acolhimento.

A turma que se forma neste mês iniciou em maio deste ano e participou de cursos ministrados pelo IEL, SESI, SENAI E SENAC.

A formatura será no Centro Empresarial de Blumenau (CEB) a partir das 16h.

O objetivo do projeto é inserir os jovens no mundo do trabalho.

O FIESC desenvolve capacitações voltadas a questões comportamentais, trabalhistas e também educacionais, além de possibilitar a inserção em cursos de qualificação, aprendizagem e técnicos.

Por meio destas capacitações, os jovens sãos preparados para o mundo do trabalho e para a nova fase da vida após o abrigo, já que muitos foram destituídos do poder familiar.

O programa iniciou em 2014, e até agora já atendeu 95 jovens na região do Vale do Itajaí.

 

Sobre o Programa Novos Caminho

O Programa Novos Caminhos é focado na educação para o mundo do trabalho e cidadania.

É fruto da parceria entre o Tribunal de Justiça (TJSC), a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de Santa Catarina, Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC) e a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC).

Proporciona aos adolescentes com idade acima de 14 anos em situação de acolhimento, a formação social, o aprender a conviver e a formação técnica.

Com isso, contribui para a inclusão social destes adolescentes no mundo do trabalho, geração de renda e participação social, para a construção da autonomia.

O programa proporciona a perspectiva de uma vida adulta com qualidade e dignidade, com o consequente exercício pleno da cidadania.

Ao ingressarem, os adolescentes são acompanhados individualmente e encaminhados a programas de escolarização, qualificação, profissionalização e atividades complementares.

Após concluírem os programas de capacitação, os jovens são encaminhados ao mundo do trabalho.

Para que esse processo ocorra de forma adequada e segura, o programa também prevê a sensibilização e a orientação da comunidade empresarial, convidando-os a fazer parte dessa ação social.

Patrocinado