Patrocinado
Trapamédicos e TrapaPet visitam mais de 2,6 mil pacientes em 2019

Trapamédicos e TrapaPet visitam mais de 2,6 mil pacientes em 2019

A rotina dos doutores em besteirologia e cães que integram o TrapaPet foi agitada no primeiro semestre de 2019.

Até 20 de julho, os voluntários impactaram 2.647 pessoas em Blumenau.

Foram 2.539 visitas realizadas pelos Trapamédicos e 108 pelos focinhos da ONG

O projeto atua no Hospital Santa Isabel, Hospital Santo Antônio, Hospital Santa Catarina, Renal Vida e Asilo São Simeão.

São cerca de 70 voluntários e três cães que fazem parte do grupo, que tem como objetivo transformar os ambientes dessas instituições.

Os Trapamédicos são compostos pelo TrapaPet e outras vertentes como:

  1. Projeto Alecrim Dourado, que faz intervenções com instrumentos musicais na ala psiquiátrica e UTI neonatal de hospitais;
  2. Trapacello, iniciativa que leva o acolhimento para as recepções das entidades. 

 

Para Adriana Kreibich da Costa, presidente da ONG, poder atuar de diferentes formas e tocar cada vez mais pessoas é motivo de orgulho:

“Quando iniciamos, eu não fazia ideia da proporção que isso iria tomar. Fico muito feliz em ver os Trapamédicos impactando tanta gente e transformando, nem que seja um pouquinho, a realidade desses pacientes.”

Ela ainda ressalta que todo o trabalho é voluntário e levado a sério.

“A maioria dos integrantes tem seus ofícios, casa e rotina intensa. Ainda assim, tiram um tempo toda a semana para fazer a diferença. Esse comprometimento e dedicação são essenciais para continuarmos atuando”, complementa. 

Os Trapamédicos completaram 13 anos em 2019 e já atingiram 55.285 pessoas.

Os patrocinadores da ONG são Unimed Blumenau, Hospital do Pulmão e Agrosul Catarinense – Royal Canin.


Patrocinado