Patrocinado
IFC Blumenau adere a greve nacional pela educação nesta quarta-feira

Cartaz feito por estudantes colado em uma das entradas do campus em Blumenau

IFC Blumenau adere a greve nacional pela educação nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, dia 15, o Instituto Federal Catarinense (IFC), Campus Blumenau, vai aderir a greve nacional da educação contra contra medida do governo que corta repasses do orçamento na educação.

O corte foi anunciado na última quinta-feira, dia 9, e informou o corte de 39% do orçamento de custeio do instituto somente em Blumenau.

Além disso foram cortados 30% dos recursos de investimento e 30% dos recursos de capacitação de servidores.

De acordo com a diretora-geral do Campus, Marilane Maria Wolff Paim, a preocupação está no custeio, já que é deste orçamento que estão previstos os pagamentos das despesas para a manutenção cotidiana do campus: 

“Não será possível reverter esses 39% mesmo com medidas severas de contenção. Se o corte permanecer, não sei se, com o recurso que temos, conseguiremos manter o campus. De forma otimista, e com o máximo de economia possível no custeio, vamos chegar apenas até agosto” adianta.

Na porta da instituição foi fixado um cartaz que avisa a paralisação e traz as seguintes informações:

  • Custeio 39% de redução = R$ 18.027.046 milhões - papel higiênico, seguranças e limpeza, água, luz, subsídio alimentação do refeitório e auxílio alimentação.
  • Capacitação 30% de redução = R$ 138.288 mil - precarização dos laboratórios, falta de insumos e paralisação de obras.
  • Investimento 30% de redução = R$ 1.197.816 milhão - fim de viagens técnicas e da formação continuada de técnicos e docentes.

 

Leia mais: Medida do governo federal corta 39% do orçamento do IFC Blumenau


Patrocinado