Patrocinado
Cejusc passa a atender demandas das Varas de Direito Bancário e Família

Cejusc passa a atender demandas das Varas de Direito Bancário e Família

Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), de Blumenau, passa a atender também as demandas das Varas de Direito Bancário e Família, com o início das audiências de mediação de conflitos.

No local atuam 14 conciliadores e co-conciliadores que já realizavam audiências de conciliação de conflitos no local.

De acordo com o coordenador e conciliador do Cejusc, Dorval Henrique Ferrari, as audiências serão retomadas a partir de fevereiro deste ano: 

"Agora nós já dispomos de três conciliadores com a formação pelo Tribunal de Justiça e então já temos pessoal capacitado e apto para poder fazer as audiências de mediação, além das de conciliação que serão feitas para as varas de Direito Bancário e continuarão sendo feitas para as varas cíveis".

Na conciliação, o terceiro facilitador da conversa (o conciliador) interfere de forma mais direta no litígio e pode chegar a sugerir opções de solução para o conflito (art. 165, § 2º).

Já na mediação, o mediador facilita o diálogo entre as pessoas para que elas mesmas proponham soluções (art. 165, § 3º).

Para conflitos objetivos, mais superficiais, nos quais não existe relacionamento duradouro entre os envolvidos, aconselha-se o uso da conciliação; para conflitos subjetivos, nos quais exista relação entre os envolvidos ou desejo de que tal relacionamento perdure, indica-se a mediação.

Muitas vezes, somente durante o procedimento, é identificado o meio mais adequado.

O Cejusc da comarca de Blumenau foi reinaugurado em setembro do ano passado está localizado no Fórum Universitário de Blumenau (Praça Victor Konder, 01, Centro).


Patrocinado