Patrocinado
Distritão afetaria eleição de dois vereadores em Blumenau

eto Tribess e Alemão da Alumetal tiveram mais votos mas não foram eleitos

Distritão afetaria eleição de dois vereadores em Blumenau

O Congresso estuda mudanças na legislação eleitoral.

Uma das propostas é a criação do Distritão.

Atualmente, os votos dados aos deputados e vereadores são computados a partir de uma equação que envolve também os votos dados aos partidos.

Com isso, um deputado com menos voto pode ser eleito no lugar de um mais votado.

A proposta do Distritão faria com que os deputados fossem eleitos apenas com os votos que receberem, sem o quociente partidário.

O Jornal de Blumenau fez uma comparação para ver como teria ficado a eleição para vereador em 2016 caso o Distritão estivesse vigorando.

Dos 15 vereadores, dois não teriam sido eleitos:

Almir Vieira, que fez 2.343 votos e Ito de Souza (2.279 votos) teriam ficado de fora.

No lugar deles teriam entrado Alemão da Alumetal (2.841 votos) e Beto Tribess (2.674 votos).

O JB fez também um levantamento para ver como ficaria a eleição parlamentar em SC em 2014, caso o Distritão estivesse em vigência na época.

 

DEPUTADOS FEDERAIS

Santa Catarina tem 16 deputados federais.

Os dois deputados federais eleitos por Blumenau, João Paulo Kleinübing e Décio Lima, não seriam afetados.

Haveria apenas duas alterações em todo o estado.

 

NÃO SERIAM ELEITOS

Carmen Zanotto (78.607 votos)

Geovânia de Sá (52.757)

 

SERIAM ELEITOS

Edinho Bez (102.633 votos)

Ângela Albino (87.954)

Geovânia de Sá, com 52 mil votos, foi eleita, mas Edinho Bez ficou de fora mesmo tendo 102 mil votos, o dobro da votação de Geovânia.

A alteração foi de 12,5%.

 

DEPUTADOS ESTADUAIS

Santa Catarina tem 40 deputados estaduais.

Seis deles não teriam sido eleitos caso houvesse o Distritão em 2014.

Ana Paula Lima, Ismael dos Santos e Jean Kuhlmann, deputados estaduais eleitos por Blumenau, não seriam afetados.

 

NÃO SERIAM ELEITOS

Mário Marcondes (27.627 votos)

Rodrigo Minotto (26.929)

Natalino Lazare (20.932)

Patrício Destro (19.392)

Valduga (18.224)

Salvaro (14.986)

 

SERIAM ELEITOS

Dóia Guglielmi (41.052 votos)

Vampiro (35.799)

Coruja (31.797)

Manoel Mota (31.680)

Nilson Gonçalves (30.702)

Dr. Dalmo (28.860)

A alteração atingiria 15% dos eleitos.

No caso dos estaduais, vemos que Dóia Guglielmi fez 41 mil votos e não foi eleito.

Salvaro fez 14 mil votos, menos da metade, e foi eleito.

Patrocinado

Agenda

Abba - The History

Réveillon em Blumenau

Festa Virada 2019 - Moinho

Patrocinado
Patrocinado