Patrocinado
Taniguchi quer ônibus sem cobrador e compara automóvel à sogra

Taniguchi quer ônibus sem cobrador e compara automóvel à sogra

CARLOS TONET
Urbanista por correspondência e ouvinte da Nereu

 

O engenheiro eletrônico e urbanista Cássio Taniguchi, Superintendente da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, esteve hoje na Nereu.

Participou do programa Preto no Branco.

Cássio foi prefeito de Curitiba e se destacou por alguns projetos de urbanismo e mobilidade urbana.

Ele defendeu a implementação dos corredores de ônibus e a melhoria do transporte público como forma de conter os congestionamentos em Blumenau.

Defendeu o fim da atividade dos cobradores.

Taniguchi ainda encontrou tempo para fazer piada com a importância dada ao automóvel, comparando-o a uma sogra.

Algumas de suas declarações:

  1. Ônibus deveriam ter ar condicionado. Dizem que não dá, mas deveria. Tentei fazer com que ônibus em Curitiba tivesse ar condicionado, mas não consegui.
  2. Cobrador de ônibus representa 15% do custo da passagem. Não há motivo para se ter cobrador. Eles devem ser remanejados para outras atividades e receber capacitação para funções mais importantes.
  3. Ônibus de piso baixo é ruim. Devem ser elevados, com plataformas de embarque elevadas. Em Curitiba temos triarticulados que levam 250 pessoas. Se fossem de piso baixo perderiam de 20% a 30% da capacidade.
  4. Ônibus articulados em corredores são melhores, mais eficientes e mais baratos que veículos leves sobre trilhos, o VLTs, apesar da beleza dos mesmos.
  5. Tem muita gente falando em smart cities. Mas precisamos, antes de tudo, de smart people. Pessoas com consciência de sua responsabilidade social e ambiental, que cuidem do lixo, que não poluam, que preservem a natureza.
  6. Automóvel é importante, mas não podemos nos deixar dominar por ele. Automóvel é como a sogra. Você deve respeitar a sogra, mas não pode deixar ela mandar na sua vida.
  7. É importante fazer audiências com a comunidade para discutir projetos, mas você precisa ter um projeto para apresentar. Apenas colher sugestões sem projetos dá um monte de bobagem.
  8. Em breve teremos ônibus elétricos e até ônibus sem motoristas, com custo mais barato e maior capacidade.
  9. O futuro está no transporte público e alternativas como Uber e táxis. Nos EUA é cada vez maior o número de jovens que deixam de comprar carros.
  10. A cidade ideal é aquela em que as pessoas moram perto do trabalho.
  11. Cidade verticalizada é melhor. As pessoas se concentram em torno dos serviços. Mas não pode haver exageros.

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado