Clique aqui para anunciar

Posto de gasolina é baleado e gerente relata ameaças por preço baixo

Posto de gasolina é baleado e gerente relata ameaças por preço baixo

O posto de Gasolina R1, da Rua Bahia, foi alvejado à bala durante madrugada de hoje.

De acordo com informações prestadas pelo gerente à Rádio Nereu, foram disparados cerca de dez tiros contra o estabelecimento, danificando uma bomba de gasolina e vidros.

Os disparos foram feitos por ocupantes de um veículo às 4 horas da manhã.

O gerente, de nome Michel, disse ao jornalista Jorge Theiss que uma câmera da Polícia Militar já identificou o carro e os suspeitos devem ser conhecidos em breve.

Ele disse que o posto tem sido ameaçado por concorrentes por vender combustível  com preço baixo.

Algumas das declarações feitas pelo gerente:

  1. “O atentado não nos amedrontou, não nos assustou”.

  2. “Algumas pessoas nos ligam ou vêm até aqui pessoalmente, e nos mandaram o seguinte recado a mando de outros postos: vocês aumentam o preço do combustível ou vamos encher o posto de vocês de bala até vocês aumentar o preço”.

  3. “O preço baixo sempre vai existir aqui. Nosso jurídico está acompanhando. Vai ser feita uma solicitação para o Ministério Público para o acompanhamento”.

  4. “Nosso combustível é de primeira qualidade e sempre tem o preço baixo e isso aí revolta alguns revendedores, alguns concorrentes que estão nos ameaçando”.

  5. “O posto R1 tem um enorme investimento perante a companhia que nós trabalhamos, esse investimento fica depositado anualmente pra garantir a compra do combustível e isso ajuda a facilitar o preço”.

  6. “A marca R1 é própria nossa, não pagamos franquia. Não prestamos serviços. Nossa forma de pagamento é somente em dinheiro e isso nos permite ter o preço baixo”.

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado