Patrocinado
Presidente do Samae fala sobre gestão de resíduos na Acib

Encontro com a Diretoria da Associação ocorreu na última segunda, 20 de fevereiro

Presidente do Samae fala sobre gestão de resíduos na Acib

A diretoria da Acib recebeu o presidente do Samae, Alexandro Eduardo Fernandes e o gerente de resíduos sólidos João Carlos Franceschi, na última segunda-feira, 20 de fevereiro.

O Samae atua em três frentes: abastecimento de água, esgotamento sanitário e coleta e tratamento de resíduos sólidos.

“Nessas três frentes, necessitamos de investimentos, de ideias e de inovação, para que não passemos, daqui a 20 anos, os problemas pelos quais estamos passando hoje”, apontou.

O diretor da Acib, Harold Danzberg foi quem sugeriu a pauta Programa de Resíduos Sólidos.

“Além de toda a questão ambiental e de saúde, que por si só já justificaria o trabalho, é possível gerar receita com os resíduos produzidos e é isso que a gestão tem em mente”, afirmou o presidente do Samae.

De acordo com levantamento do Samae, atualmente 44% dos resíduos gerados em Blumenau são orgânicos, 27% recicláveis e 29% de rejeito.

A Prefeitura tem um custo anual de R$ 14 milhões com a destinação e tratamento dos resíduos sólidos no aterro de Brusque. A cooperativa de reciclagem trabalha com menos de 5% dos resíduos.
Algumas propostas para destinação dos resíduos são: encontrar alternativas com viabilidade econômica, no futuro eliminar totalmente a disposição em aterro, parcerias público-privadas e rentabilização do resíduos.

Um dos projetos é terceirizar todo o serviço de coleta para evitar falhas como as que ocorrem, as pessoas separam os resíduos para reciclagem, mas os caminhões não possuem um itinerário fixo e o lixo não é coletado da forma adequada. 

“Em seis meses devemos estar com uma realidade completamente diferente”, observou Fernandes.

Patrocinado

Agenda

Abba - The History

Réveillon em Blumenau

Festa Virada 2019 - Moinho

Patrocinado
Patrocinado