Clique aqui para anunciar

Imóveis registram maior aumento de preços em 14 meses

Pesquisa realizada em 20 cidades indicou que o preço médio subiu 0,12% em setembro

Imóveis registram maior aumento de preços em 14 meses

De acordo com o Índice FipeZap, que acompanha a variação nos valores de casas e apartamentos anunciados para venda em 20 cidades, o preço médio dos imóveis subiu apenas 0,12%.

Mesmo sendo discreto, esse foi o maior aumento de preço desde julho do ano passado. Essa variação foi menor do que a inflação no mesmo período, de 0,24%, segundo o Boletim Focus do Banco Central.

Ou seja, os demais preços da economia subiram mais do que os imóveis. Em oito das vinte cidades pesquisadas, o preço médio das casas e apartamentos caiu.

Nos últimos 12 meses, o Índice FipeZap cresceu somente 0,22%. No mesmo período, a inflação medida pelo IPCA deve ficar em 8,79%, o que significa que, ao considerar o efeito da alta generalizada dos preços, o índice apresentou queda real de 7,88%.

Nenhuma das 20 cidades que compõem o índice registrou variação superior à inflação nos últimos 12 meses. Em Florianópolis a variação ficou em 3,43%.

No acumulado de 2016, o preço médio dos imóveis aumentou 0,27%, e caiu em cinco cidades. O valor médio do metro quadrado anunciado em setembro foi de R$ 7.644.

Rio de Janeiro continua sendo a cidade com o metro quadrado mais caro do país (R$ 10.232), e a capital catarinense aparece em 5º lugar, com o metro quadrado custando R$ 6.574.

 

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado